Cirurgia plástica da face

FACE

PLÁSTICA DAS PÁLPEBRAS

A aparência de cansaço produzida pelo excesso de pele associado a presença de bolsas palpebrais é sem dúvida o maior indicador de envelhecimento da face.

A plástica das pálpebras é realizada através de um procedimento simples, porém extremamente delicado, visando remover os excessos e reposicionar as estruturas anatômicas que incluem as bolsas, a musculatura e a pele. A cirurgia é executada sob sedação e anestesia local ou anestesia geral. A alta hospitalar ocorre no final do dia ou no dia seguinte conforme avaliação médica. A videoendoscopia frontal pode ser associada para auxiliar na correção das pálpebras superiores. Na pálpebra inferior, quando indicado, as bolsas poderão ser removidas pela conjuntiva (técnica transconjuntival) e a pele tratada com o Resurfacing de laser de Co2 Ultrafracionado Active Ultrapulse Encore®.

É importante o repouso e a realização de compressas geladas nas pálpebras nas primeiras 48 horas. A retirada dos pontos ocorre 4 a 5 dias após a cirurgia, sendo possível retornar as atividades em 7 a 10 dias.

A naturalidade obtida com a cirurgia das pálpebras caracteriza-se pelo retorno do aspecto jovial do olhar, elemento fundamental na aparência da face rejuvenescida.

Ocidentalização

A pálpebra oriental superior caracteriza-se pela ausência parcial ou total do sulco (prega) na porção superior.

Esta prega natural poderá ser produzida cirurgicamente através da chamada ocidentalização, que consiste na remoção de uma pequena porção de pele e músculo da pálpebra superior, afim de criar a prega palpebral. Alguns casos podem ser tratados com uma técnica de sutura sem cortes, realizada de maneira ambulatorial.

A cirurgia é realizada sob sedação e anestesia local ou anestesia geral, com alta hospitalar no final do dia. O resultado obtido produz uma mudança estética agradável, suavizando os traços da face oriental, e valorizando ainda mais sua beleza exótica.